Abdominoplastia

Explicando a cirurgia:

A abdominoplastia, também conhecida por dermolipectomia ou cirurgia plástica do abdômen, é um procedimento cirúrgico realizado para remover gordura e pele em excesso do abdômen e também para proporcionar a recuperação da firmeza dos músculos da região abdominal. Em alguns casos, a cirurgia remove também as estrias localizadas na região inferior do abdômen

Em geral, fatores como gestações múltiplas, acúmulo de gordura na região abdominal e genética, contribuem para o desenvolvimento de flacidez na pele, depósitos de gordura e marcas de distensão na região abdominal. Mesmo a perda de peso significativa pode contribuir para o desenvolvimento de frouxidão da pele. Como estas áreas não respondem facilmente à dieta e a atividades físicas, o abdômen assume tamanho desproporcional em relação ao restante do corpo. Nesses casos recomenda-se a cirurgia.

Trata-se de um procedimento bastante realizado em cirurgia plástica e é uma das intervenções cirúrgicas que mais satisfazem os pacientes, pela mudança que produz em sua silhueta.

Quando a extensão da área a ser trabalhada é menor, a cirurgia é chamada de miniabdominoplastia, pois retira acúmulos de gordura e pele apenas da região inferior da barriga, resultando em uma cicatriz um pouco menor. Ambos os procedimentos podem ser associados à lipoaspiração para melhorar o contorno corporal, especialmente em casos onde existe gordura lateral do abdômen, os famosos pneuzinhos. Nos pacientes que têm gordura localizada e pouca flacidez de pele, a lipoaspiração sozinha pode ser suficiente para proporcionar um bom resultado.

Indicações da abdominoplastia

Existem treze tipos diferentes de cirurgias que podem ser realizadas para a correção de deformidades abdominais. Cada paciente apresenta uma deformidade diferente na região abdominal e, portanto, deverá ser avaliado para indicação do procedimento adequado para seus problemas específicos.

Esta avaliação deve ser realizada levando-se em conta a quantidade de excesso de pele existente, o quanto existe de gordura na região abdominal e o grau de flacidez muscular, portanto, esta cirurgia não é realizada da mesma forma em todos os pacientes.

A abdominoplastia não pode ser considerada como tratamento para a obesidade, para isso, é necessário esforço e dedicação, com dieta balanceada e exercer atividades físicas regulares. Caso esteja com dificuldades para emagrecer, é importante buscar ajuda de um profissional especializado e só depois buscar o recurso cirúrgico. Para se submeter à cirurgia de abdominoplastia a pessoa deve estar com a saúde equilibrada e o desejável é que esteja próxima ao seu peso ideal.

Resultados

Os resultados são geralmente muito satisfatórios na maioria dos pacientes e duradouros, embora, como em qualquer cirurgia de contorno corporal, dependam dos hábitos de saúde e alimentação de cada um.

Gestações futuras e alterações substanciais do peso após a abdominoplastia, podem reduzir a longevidade dos resultados da cirurgia, portanto, para manter os resultados, deve-se cuidar dos hábitos alimentares, além de planejar a cirurgia após ter tido todos os filhos.
A recuperação e cicatrização completa da pele é um processo que passa por etapas, como em qualquer cirurgia, e requer entendimento e paciência do paciente. O clareamento da cicatriz acontece de modo gradual, e somente após o décimo segundo mês, a tonalidade da cicatriz fica bem próxima da coloração restante da pele. Este processo de cicatrização pode causar certa preocupação aos pacientes, mas é um processo natural e gradativo, logo não se deve esperar um resultado final antes do décimo oitavo mês.

Orientações pré e pós operatórias

Pré-operatório:

- Exames e avaliações são solicitados, de modo geral, aos candidatos a abdominoplastia. Alguns exames de sangue nos orientam em relação à condição geral do paciente. Uma avaliação cardiológica deve ser realizada para um conhecimento mais detalhado da parte cardíaca do paciente.
- Os medicamentos normalmente usados pelo paciente deverão ser suspensos pelo menos 2 dias antes (a critério médico).
- Os fumantes devem parar de fumar 15 dias antes da cirurgia. As pacientes que fazem uso de anticoncepcional devem parar o uso 15 dias antes do procedimento.
- Bebida alcoólica deve ser evitada 5 dias antes da cirurgia e o paciente deve evitar exposição solar nos 4 dias que antecedem a cirurgia.
- O uso de cinta compressiva é recomendado por 1 semana antes da cirurgia

Pós-operatório:

- Será recomendado o uso de antibiótico por sete dias e anticoagulante (quando indicado) por 10 dias.
- O uso de cinta compressiva deve ser iniciado a partir do término da cirurgia. A cinta deverá ser usada até o 30o dia após a cirurgia.
- Por uma semana o paciente deverá ficar em posição semi-fletida (flexão da articulação coxo-femoral) e deverá dormir nesta mesma posição, evitando o tracionamento da pele do abdômen.
- O paciente não deverá tomar bebidas alcoólicas nem fumar por uma semana.
- O anticoncepcional poderá ser reintroduzido 15 dias após a cirurgia.
- O paciente poderá voltar a dirigir de duas a três semanas após a cirurgia.
- O exercício físico poderá ser reiniciado 30 dias após a cirurgia. Exercícios que utilizem a musculatura abdominal poderão ser realizados 45 dias após a cirurgia.
- Exposição solar deve ser evitada por pelo menos 3 meses após a cirurgia. As cicatrizes abdominal e do umbigo devem ser protegidas do sol por pelo menos 8 meses.

Drenagem linfática

A drenagem linfática manual é indicada principalmente após a cirurgia de abdominoplastia, lipoaspiração, mamoplastia, entre outros procedimentos.

Esse procedimento é importante no pós- cirúrgico, pois melhora os hematomas nas regiões próximas à cirurgia, alivia as dores, acelera o processo de cicatrização e recuperação, melhorando também o retorno da sensibilidade após a cirurgia plástica.

Além da drenagem linfática há outros recursos também importantes no pós operatório como o ultrassom, que auxilia no processo de recuperação.

Devem ser realizadas no mínimo 10 sessões, sendo indicadas de 2 a 3 vezes por semana.

(11) 3052.1448 / (11) 5051.0982

Abdominoplastia © 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Back to top